Melodia
Melodia

Viajar é fechar a agenda e sair da rotina

Viajar é se lançar aos lugares deixando que eles entrem dentro de nós

É deslizar os olhos para tantas maravilhas

É surpreender se sempre, porque ainda que o lugar seja o mesmo, os olhos já são outros

É sentir o aroma dos pratos, das flores, das montanhas, campos e da brisa do mar

É ouvir o burburinho dos cafés e praças, de um sino de igreja, uma música ao longe ou o silêncio de uma estradinha solitária

Viajar é envolver se, emocionar se

Passear a alma

E voltar um pouco diferente do que fomos

Sempre pra melhor!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Flores na Europa : "Soneto da fidelidade"

De tudo , ao meu amor serei atento ...

Mâcon - França


Antes, e com tal zelo, e sempre e tanto ...

Com André - Abadie de Senanque - Provence - França



Que mesmo em face do maior encanto ...

Jardins do hotel San Domênico - Taormina



Dele se encante mais , meu pensamento !

Costa Amalfitana - Itália



 Quero vivê lo em cada vão momento...

Jardins do hotel San Pietro - Positano - Itália



E em seu louvor hei de espalhar meu canto ...

 Vale do Loire - Brissac - França



E rir meu riso e derramar meu pranto ...

Hotel San Domenico - Taormina



Ao seu pesar ,  ou seu contentamento ...

Chartres- França



E assim quando mais tarde me procure ...

Deauville - Normandia - França



Quem sabe a morte , angústia de quem vive ...

Interior da Bretanha - França


Quem sabe a solidão , fim de quem ama ...

Hotel San Domenico- Taormina- Itália



Eu possa me dizer do amor ( que tive ) :

Jardin Exotique - Mônaco



Que não seja imortal , posto que é chama ...

Vale do Loire - França



Mas que seja infinito enquanto dure !

Jardin Exotique - Mônaco

Vinícius de Moraes

7 comentários:

  1. Adele,não tenho palavras para descrever,me emociono vendo tudo isso , mais me aproximo de Deus quanto mais vejo a natureza
    Beijos e obrigada
    Marilda

    ResponderExcluir
  2. Adele, muito linda esta postagem! Admirando as variadas cores desses vastos campos floridos, pensei nas palavras de Mario Quintana, ele escreveu: "A maior dor do vento é não ser colorido". Já pensou como seria lindo passear por esses jardins recebendo no rosto um sopro alegre de vento rosado? Bjs
    M A

    ResponderExcluir
  3. Marina Consani Brejão11 de dezembro de 2011 21:45

    Que maravilha Adele.São flores que nem imaginava ver um dia.Mas atravez de vc e sua câmara vejo flores imagináveis.Que bom vc ser estradeira minha amiga.Bjinhos no seu coração.

    ResponderExcluir
  4. Adele, simplismente maravilhoso !!!!!As fotos, o poema e o final as estátuas .......lindo!!!
    Estou aprendendo a olhar e curtir minhas viagens com olhar de Adele Mara.
    Beijos, Mônica.

    ResponderExcluir
  5. Marilda , Maria Antonia , Marina , Mônica ! Tão prazeroso passar minhas emoções nesse blog , como senti las com vcs ! as afinidades mais sublimes estão nos olhares e no encantamento ! bjos ! Adele

    ResponderExcluir
  6. Adele ,quantas vezes que posso volto a olhar estas flores talvez nem fosse necessário escrever .As fotos já dizem por si mesma.tornou.se fotógrafa com amor
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. www.bokadinho.com.br

    Adele, que Paz...
    Ao ver essas flores de tamanhos e cores variados dá até para imaginar a imensidão do amor de Deus.
    Parabéns por captar mais do que imagens, sentimentos que nos dão tanto prazer de sentir.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir